O PERMANENTE E O TRANSITÓRIO

Senda do Conhecimento

13 – O PERMANENTE E O TRANSITÓRIO


O buscador do conhecimento deve ser capaz de estabelecer a relação entre sua própria parte eterna e o eterno nas coisas.

Mesmo antes de começar outros exercícios e também durante eles, ele deve dirigir seu pensamento para esta parte imperecível. Quando observo uma pedra, uma planta, um animal ou um homem, devo ser capaz de lembrar que em cada um deles se expressa um eterno. Eu deveria ser capaz de me perguntar:

“Qual é o permanente que vive na pedra transitória ou no homem mortal? O que vai durar mais que a aparência sensorial transitória?”

Não devemos pensar que dirigir o espírito para o eterno dessa maneira destrói nossa consideração cuidadosa e o sentido para as qualidades dos assuntos cotidianos e nos afastaria das realidades imediatas.

Ao contrário, cada folha, cada pequeno inseto nos revelará inúmeros mistérios, não apenas através dos sentidos, mas também através dos olhos do Espírito. Cada brilho, cada tom de cor, cada cadência permanecerá vividamente perceptível aos sentidos. Nada será perdido, mas, além disso, uma nova vida ilimitada será ganha.
Na verdade, a pessoa que não entende como observar até mesmo a menor coisa com os olhos, só alcançará os pensamentos opacos e anêmicos, nunca a visão espiritual.

Rudolf Steiner

 – TIRE OUTRA CARTA DO ORÁCULO –


CONHEÇA TODAS AS CARTAS DA SENDA DO CONHECIMENTO:


FAÇA UM PIX E AJUDE A MANTER A BIBLIOTECA NO AR:

Chave Pix – CPF: 026.322.796-07
Titular: Leonardo André Fonseca Maia




Faça um PIX para a Biblioteca:

Chave PIX - CPF: 026.322.796-07

Titular: Leonardo André Fonseca Maia

 
Holler Box

Dia 28 de janeiro - Palestra online:

Contribuição livre - você contribui se quiser

- INSCRIÇÕES - clique aqui -