A CRIANÇA E OS SENTIDOS SENSORIAIS


A CRIANÇA E OS SENTIDOS SENSORIAIS

Rudolf Steiner


Não podemos consertar o que negligenciamos como educadores nos primeiros sete anos.

Rudolf Steiner


A criança não só recebe impressões sensoriais de seu ambiente externo, mas também absorve o comportamento de outras pessoas através do seu sentido de vida, da sua atitude e do seu caráter, da sua boa vontade ou intenções ruins.

Portanto, como educador, é preciso dedicar-se e se esforçar para uma vida de pureza em pensamentos e sentimentos, para que a criança também se torne pura em pensamentos e sentimentos. É preciso também ter consciência de que a própria conduta tem influência não só sobre a alma, mas também sobre o corpo. O que a criança deixa inundar em si mesmo, de forma espontânea e deixa fluir em sua vontade, vibra ainda mais em seu organismo físico. Um educador de temperamento quente faz com que o corpo da criança se torne frágil de tal maneira que ele mais tarde fique propenso a influências causadoras de doenças. Como se educa a este respeito, emergirá mais tarde como um estado de saúde na vida do adulto.

Rudolf Steiner


 RECEBA NOSSA NEWSLETTER:


 AJUDE A MANTER A BIBLIOTECA NO AR:




Uma opinião sobre “A CRIANÇA E OS SENTIDOS SENSORIAIS”

  1. Bom Dia. Chamo me Silvia sou mãe do Miguel e enfermeira UTI neonatal. Está aérea e importante para mim e em Portugal não consigo aceder a muita informação sobre este tema. Gostava de saber quais livros que aconselha para desenvolver este tema. E que livro recomenda para educar país e filhos temperamento ainda sobre stress ou colérico. Grata Silvia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *