A IDEIA DE LIBERDADE

ORÁCULO DA SENDA DO CONHECIMENTO – clique aqui


A IDEIA DE LIBERDADE

Oscar González Perez

Tradução livre: Leonardo Maia


“Estamos entrando em uma época na qual existe uma série de traços, que podemos resumir em automatismo e controle, estão conquistando o núcleo de todos os âmbitos que caracterizavam a fisionomia exterior do mundo interior humano, conseguindo algo inédito na história: fazer da diversidade o território da uniformidade.”


“Dado que Steiner considera que a liberdade é uma realidade transversal ao fenômeno humano, sua filosofia visa buscar as condições que tornam possível a liberdade através de todos os estratos que compõem o universo do humano passando pelo mitológico, místico, biológico, artístico, filosófico e, finalmente, ético e social. Operando através de um método indutivo, Steiner analisa os aspectos através dos quais se desenvolveram áreas de liberdade ao longo da história das ideias e crenças da humanidade para, uma vez localizados esses aspectos, deduzir deles os polos básicos através dos quais se desenvolve a liberdade.

Claro que nesta análise da liberdade Rudolf Steiner não parte de uma definição preestabelecida do que ela é, mas sim do que ela não é. O oposto da liberdade é o autoritarismo do uniforme (padronização), e é precisamente o reconhecimento deste inimigo que torna o pensamento de Steiner tão vigente hoje.

Estamos entrando em uma época na qual existe uma série de traços, que podemos resumir em automatismo e controle, estão conquistando o núcleo de todos os âmbitos que caracterizavam a fisionomia exterior do mundo interior humano, conseguindo algo inédito na história: fazer da diversidade o território da uniformidade. Arte, ideias, ciência e religião entraram em uma deriva onde ortodoxia e heterodoxia são retroalimentados para reproduzir um mesmo resultado que possa ser controlado e repetido automaticamente para consumo maciço.”
.
Oscar González Perez – Bipolaridade e liberdade na filosofia de Rudolf Steiner

Tradução livre: Leonardo Maia

Agora, as interações e discussões os temas trazidos acontecerão no Grupo e no Canal da Biblioteca no Telegram – participe:

GRUPO: https://t.me/biblioteca_da_antroposofia

CANAL: https://t.me/bibliotecaantroposofia


 RECEBA NOSSA NEWSLETTER:


FAÇA UM PIX E AJUDE A MANTER A BIBLIOTECA NO AR:

Chave Pix – CPF: 026.322.796-07
Titular: Leonardo André Fonseca Maia




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *