ABSTRAÇÃO E REALIDADE


ABSTRAÇÃO E REALIDADE

Rudolf Steiner – GA 177

Tradução livre: Leonardo Maia


“Estamos buscando um conhecimento real e concreto sobre o que acontece no mundo. Se você está envolvido em um movimento espiritual, deve trazer ideias reais e concretas; caso contrário, você continuará ano após ano com palavras doces sobre o amor geral pela humanidade.”

Rudolf Steiner – GA 177


Os insights baseados na realidade sempre dão frutos, comparados aos conceitos não baseados na realidade, que são estéreis e não dão frutos. Cada percepção baseada na realidade nos leva a um passo adiante. Ganhamos mais do que seu conteúdo imediato e isso nos leva adiante no mundo real. Isso é o que é importante; é nisso que devemos nos concentrar. Conceitos abstratos são assim: nós os temos, mas a realidade está fora e não dá a mínima para esse conceito abstrato. Os conceitos baseados na realidade contêm dentro deles toda a vida interior ativa que também está lá fora, vida que se agita em todas as partes do mundo real. As pessoas ficam desconfortáveis com isso. Eles querem que seus conceitos sejam o mais silenciosos e incolores possíveis e temem ficar tontos se seus conceitos tiverem vida interior.

Conceitos sem vida interior têm a desvantagem de que a realidade pode estar diante de nossos olhos e, ainda assim, não vemos o elemento mais importante nela. A realidade também está cheia de conceitos e ideias. As idéias abstratas são meros cadáveres de idéias. Pode acontecer que pessoas que só gostam de cadáveres de idéias falem e pensem neles, ao passo que a realidade chega a conclusões bem diferentes; permitindo que os eventos tomem um curso bem diferente de qualquer coisa que a mente humana possa propor…

…Muitos de vocês se lembrarão dos muitos protestos que fiz contra a preciosa doçura e luz que eram encontradas principalmente na Sociedade Teosófica. Ideais elevados eram apresentados liberalmente e internacionalmente nos tons mais doces. Tudo o que você ouviu foi ‘fraternidade geral’, ‘amor pela humanidade’. Eu não poderia concordar com isso. Estávamos buscando um conhecimento real e concreto sobre o que acontecia no mundo.

Todos apresentavam a teosofia daqueles dias em doces palavras de amor à humanidade. Minha resposta na época foi: se você está envolvido em um movimento espiritual, deve trazer ideias reais e concretas; caso contrário, você continuará ano após ano com palavras doces sobre o amor geral pela humanidade.

É claro que é mais um esforço para lidar com a realidade do que falar em termos gerais sobre a harmonia do mundo, sobre a alma individual estar em harmonia com o mundo, sobre a harmonia no amor geral da humanidade.

A antroposofia não existe para fazer as pessoas dormirem, mas para despertá-las realmente. Vivemos numa época em que é preciso que as pessoas acordem.

Rudolf Steiner – GA 177 – Dornach, 13 de outubro de 1917

Tradução livre: Leonardo Maia


FAÇA UM PIX E AJUDE A MANTER A BIBLIOTECA NO AR:

Chave Pix – CPF: 026.322.796-07
Titular: Leonardo André Fonseca Maia




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *