Amor Materno


AMOR MATERNO

Rudolf Steiner: GA 99 – Theosophy of the Rosicrucian

Fonte: www.rudolfsteinerquotes.wordpress.com – clique e conheça

j-kirk-richards-07

Inscreva-se em nosso site e receba informações sobre os trabalhos da Biblioteca:

inscreva se


“Considerando espiritualmente portanto, o amor materno se estende até o tempo antes do nascimento. Ele está enraizado nos sentimentos mútuos de amor.”


Um homem de elevados princípios morais também precisa de pais que transmitem um corpo físico adequado para o funcionamento dos seus dons morais. E ele tem esses pais e não outros, porque ele tem esse tipo específico de individualidade.

A própria individualidade procura seus pais, ainda que sob a orientação de seres superiores. Do ponto de vista do amor materno, muitas pessoas tomam exceção a esse fato. Eles têm medo de que eles possam perder alguma coisa se a criança não herdar certas qualidades da mãe. O verdadeiro conhecimento, no entanto, aprofunda o amor materno, pois revela que esse amor está presente antes do nascimento, mesmo antes da concepção, como uma força que guiou a criança para a mãe. A criança ama a mãe mesmo antes do nascimento e o amor materno é a força recíproca.

Considerando espiritualmente portanto, o amor materno se estende até o tempo antes do nascimento. Ele está enraizado nos sentimentos mútuos de amor.


A Escola Waldorf e o Desafio da Inserção Social

http://www.antroposofy.com.br/forum/amor-materno/