CONCILIAÇÃO E A VOLTA DA FRATERNIDADE


CONCILIAÇÃO E A VOLTA DA FRATERNIDADE

Rudolf Steiner


“Seríamos capazes de superar a intolerância e divergências e caminhar juntos em direção a um propósito maior comum: a dignificação de todos os seres humanos?”


O amor é superior à opinião. Se as pessoas se amam, as mais variadas opiniões podem ser conciliadas. Portanto, é profundamente significativo que na Teosofia nenhuma religião seja atacada e nenhuma religião seja especialmente escolhida, mas que todas sejam compreendidas e, portanto, podendo haver fraternidade porque os adeptos das mais variadas religiões se entendem.

Esta é uma das tarefas mais importantes para a humanidade hoje e no futuro: que os homens aprendam a conviver e se entendam. Se essa comunhão humana não for alcançada, toda conversa sobre desenvolvimento oculto é vazia.

Rudolf Steiner – Nos portões da ciência espiritual (aula 11)


 RECEBA NOSSA NEWSLETTER:


 AJUDE A MANTER A BIBLIOTECA NO AR:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *