CORONA VÍRUS: AS INFECÇÕES E AS CONTRAFORÇAS DO CORAÇÃO E PULMÕES


CORONA VÍRUS: AS INFECÇÕES E AS CONTRAFORÇAS DO CORAÇÃO E PULMÕES

Tradução livre: Leonardo Maia

Fonte: Página Rudolf Steiner no Facebook


O que está emanando do seu coração?

Interessante texto antroposófico sobre a relação do medo e epidemias virais e bacterianas. É perceptivo que temos uma camada gigante da população com estreiteza, contração, opressão nas forças do coração que são: entusiasmo, calor, espanto, interesse, empatia, compaixão, vivências de comunidade, fé, esperança e amor. Interessante também a colocação das “Counterpowers of the Heart and Lungs” – contraforças do coração e pulmões: ideias materialistas, mentiras, fofocas, suspeitas, hipocrisia. Numa época onde Fake News (mentiras, fofocas, suspeitas, hipocrisia) alicerçam um ódio e medo nas consciências, é um texto bem interessante de se analisar.


Para refletir nestes tempos:

Esta composição foi escrita por Henriette Dekkers, co-fundadora da Federação Internacional de Associações de Psicoterapia Antroposófica (IFAPA). O texto da Henriette vem em três partes. David Tresemer – representante da AAP (Associação de Psicologia Antroposófica, América do Norte) – também enviou estas linhas aos seus parceiros.

GA 312 Rudolf Steiner: [5 de maio de 1914]

“Quando você não consegue pensar em outra coisa, além do medo de doenças que estão ocorrendo ao seu redor em uma epidemia, e você vai dormir à noite com esses pensamentos de medo, criam-se imagens posteriores e inconscientes, imbuídas de medo, na alma. Este é um terreno fértil onde os germes patogénicos podem instalar-se, prosperar e encontrar um bom caldo de cultivo.”

Comentário de Henriette Dekkers:

Se tivermos em conta que o medo é uma constrição da área média do ser humano físico, ou seja, da área coração-pulmão, esta região orgânica e funcional se torna um lugar particularmente sensível e vulnerável, onde podem ocorrer infecções pulmonares virais.

Coração e pulmões: a área psíquica para o mundo sensorial, para a relação entre o mundo interior e o exterior. A área de reflexão, coordenação, compaixão, interesse e entusiasmo, que são as contra-imagens eficazes do medo e da ansiedade. Mas a experiência do medo (estreiteza, contração, opressão) tornou-se um hábito em nosso tempo. Medo do desempenho, medo de despezas, medo de estrangeiros, medo da solidão, medo do clima, medo financeiro, medo político, medo que nosso filho se torne viciado…

O medo pode se tornar extensivo a qualquer coisa, ao nosso pensamento e melancolia, à ação, medo na vontade, medo na vida emocional. O medo não só causa uma constipação psicológica, mas também física. Cãibras e tensões no corpo e na alma, tensões e stress, também fisicamente. Isso causa hipoperfusão (baixa irrigação sanguínea) no sistema circulatório e um enfraquecimento do sistema imunológico. O medo desperta todos os opostos.

É surpreendente como Rudolf Steiner conecta infecções virais e bacterianas com estes “Counterpowers of the Heart and Lungs” (contraforças do coração e pulmões) – “ideias materialistas”, como ele as chama: mentiras, fofocas, suspeitas, hipocrisia.

No entanto, as forças para as quais a região central do nosso organismo está realmente destinada são: entusiasmo, calor, espanto, interesse, empatia, compaixão, vivências de comunidade, fé, esperança e amor. Através de tudo isso, também se desenvolve calor físico, o sangue flui mais ativamente, é transportado mais oxigênio para todo o organismo e o sistema imunitário se fortalece.

E isso tem um efeito curativo.

Comentário de Gisela Wielki, comunidade de Cristãos em fevereiro de 2020

Corona (do latim corōna – coroa) é um círculo de luz em torno de um objeto. A corona mais magnífica do nosso universo é a coroa ao redor do sol. É uma coroa circular de fogo, com ocasionais irrompimentos intensos. Seus raios se estendem milhões de quilômetros ao espaço. Que corpo majestoso é o nosso sol, a fonte de luz e de vida.

Olhando para o coração, há também uma Corona/coroa. O músculo cardíaco tem seu próprio suprimento sanguíneo. Vem de uma coroa ou corona de vasos sanguíneos que circundam o coração. Essa corona pode estar com defeito e então fala-se em doença cardíaca coronária.

E agora temos um corona-vírus que desencadeou pânico em todo o mundo. Fronteiras foram fechadas. As viagens aéreas foram parcialmente suspensas. Milhões de pessoas estão presas em seus pequenos espaços sob quarentena. Os Corona-vírus são nomeados assim pelos picos em forma de coroa na superfície do vírus. Eles geralmente causam infecções respiratórias superiores leves a moderadas, como o resfriado comum. Mas eles também podem causar doenças mais graves, como bronquite e pneumonia, que naturalmente podem levar à morte.

Há algum tempo, pessoas de todo o mundo parecem ter caído sob o feitiço do medo. O medo entrou em nossas vidas como um vírus que se espalha rapidamente. Tornou-se uma coroa de trevas em torno do mundo.

Como os picos em forma de coroa do Corona-vírus, os picos escuros do medo separam as pessoas. O medo leva as pessoas ao isolamento. O medo contrai e contrai o coração.
E o coração da humanidade não sofre de doença cardíaca coronária, de constrição e, portanto, de falta de suprimento de amor? O Amor contagiante, vida e riso estão dando lugar a infecções mortais da alma e do espírito. O mundo precisa de cura. Nós precisamos de cura.

Quando criança, eu costumava cantar: “O Sol está em meu coração…” Precisamos re-descobrir esse sol em nossos corações, para que Sua coroa possa abraçar nossa humanidade assustada e afastar a coroa fria e escura do medo, e para que possamos encontrar a coragem de tocar a alma um do outro com o contagiante poder curador do amor.

Tradução livre: Leonardo Maia


Sinta se o conteúdo faz sentido para você ou não para compartilhar:


 AJUDE A MANTER A BIBLIOTECA NO AR:

4 opiniões sobre “CORONA VÍRUS: AS INFECÇÕES E AS CONTRAFORÇAS DO CORAÇÃO E PULMÕES”

  1. Muito importante este toque de amor. Estamos tendo a oportunidade de cura global com a presença deste vírus. Precisamos nos unir para vencer o medo e o vírus. Que a coroa de luz dos nossos corações vençam esta batalha.

  2. E o mais interessante afeta a todos seres humanos interdependentes mesmo sem que tenha consciência Além de todos estarem passando pela mesma experiência como um todo, sem distinção de cor raça credo opções opiniões saberes etc…. a dor em diversas formas, seja física mental espiritual emocional é mais uma vez na história da humanidade o que nos une

Deixe uma resposta para Lenah Rodriguez Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *