INSPIRAÇÃO PARA NOSSOS FILHOS


INSPIRAÇÃO PARA NOSSOS FILHOS

Leonardo Maia


Ser pai ou mãe é ser guardião da infância de nossos filhos, e nos tornarmos fonte de inspiração de impulsos solares, é um sinal que fomos bem no desempenho destes papéis.


Uma das qualidades mais mágicas do ser humano é a capacidade inspirar o outro. Ocorre quando algum aspecto ou gesto do outro nos toca de uma forma mais profunda e desperta uma força que impulsiona nossa vontade para alguma direção específica.

Pode se perceber isso em figuras inspiradoras de religiões e doutrinas – como Buda e Jesus, pensadores e filósofos – como Aristóteles e o próprio Rudolf Steiner e também em figuras mais próximas, que se destacam em suas áreas de atuação.

Esse aspecto magnífico do ser humano de inspirar e ser inspirado deve ser levado em conta também no núcleo familiar.

Dentro do núcleo familiar, temos a oportunidade de nos tornamos fonte de inspiração para nossos filhos: inspirar amorosidade, altruísmo, correção, sinceridade, o cuidado com o outro, esforço, a alegria de viver, resiliência, a capacidade de ver a vida com bons olhos entre outras coisas.

Mas lembre-se que isso não brota de discursos intelectualizados ou uma exigência de postura, mas sim do bom exemplo. Através do discurso intelectualizado, pode se criar um ambiente de política social, onde podem sugir máscaras para o bom desenvolvimento da vida social familiar.

Mas através do exemplo pode surgir aquela chama de veneração que reflete positivamente na formação da moralidade da criança.

Esse aspecto acaba nos forçando a estarmos cada vez mais atentos quanto a nossa forma de atuação e também que estejamos presentes na vida deles, pois precisamos que eles nos conheçam e nos percebam… requer intimidade, e também que nossa busca seja genuína.

Ser pai ou mãe é ser guardião da infância de nossos filhos, e nos tornarmos fonte de inspiração, de impulsos solares, é um sinal que fomos bem no desempenho destes papéis.

Leonardo Maia


 RECEBA NOSSA NEWSLETTER:


 AJUDE A MANTER A BIBLIOTECA NO AR:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *