O mundo em nós – A Quadrimembração


 

O MUNDO EM NÓS – A QUADRIMEMBRAÇÃO

Leonardo Maia


O ser humano, segundo a Antroposofia, possui uma natureza quádrupla, relacionada aos 4 elementos e aos 4 reinos da natureza:

TERRA – Corpo físico em seu aspecto substancial, reino mineral.
ÁGUA – Corpo vital, ou corpo de forças formativas. Reino vegetal.
AR – Corpo anímico ou corpo astral. Reino animal.
FOGO – Individualidade, EU, autoconsciência. Reino humano.


1- CORPO FÍSICO

Relacionado ao elemento terra e ao reino mineral, ou seja, é a parte do ser humano que possui a mesma natureza do mundo mineral: o universo sólido, a substância material, a dimensão espacial. É determinado pela hereditariedade e sofre transformações devidos ao processos de individualização. Sozinho, está sujeito às leis físicas e deterioração/desintegração – que é impedida pelo corpo etérico ou vital: por isso ao falecer, nosso corpo se desfaz em grande velocidade. O Pulmão é considerado o órgão relacionado. O corpo físico é a base para a manifestação humana na Terra.

2- CORPO ETÉRICO OU VITAL

Relacionado ao elemento água e ao reino vegetal. É a substância viva, o veículo da vida. Ele opõe à morte, à desintegração. A integração corpo físico e vital/etérico são como a planta, realizando processos vitais como crescimento, aquecimento, manutenção, geração e etc… ou seja, os processos fisiológicos com uma consciência de sono profundo, não desperta. Pessoas em estado vegetativo têm apenas estes 2 corpos atuando. Sua dimensão é o tempo e está intimamente ligada ao ritmo. Seu órgão relacionado é o fígado, considerado o órgão água na Antroposofia, o órgão da regeneração. Sem o corpo etérico/vital, o ser humano está morto.

3- CORPO ANÍMICO OU ASTRAL

Relacionado ao elemento ar e ao reino animal. É o veículo da alma, da sensibilidade e do movimento próprio – aspecto que compartilhamos com os animais. Também conhecido por corpo das sensações. Responsável pelos instintos e sensibilidade diante dos estímulos: prazer e dor, simpatia e antipatia, sono e vigília. Sua dimensão é a do relacionamentos e a consciência é a de sonho, abaixo da consciência de vigília. Seu órgão relacionado são os rins (animais marcam seus territórios com a urina, sua marca “anímica”). Sem o corpo anímico/astral o ser humano estaria dormindo apenas, em estado de sono, vegetativo.

4- ESPÍRITO, INDIVIDUALIDADE OU ORGANIZAÇÃO DO EU

Relacionado ao elemento fogo e ao reino humano (segundo a Antroposofia o homem não pertence ao reino animal). O reino humano traz a capacidade de andar ereto, falar e pensar o que possibilita a autoconsciência e a autorreflexão: que permite, através do autocontrole, domínio sobre os instintos, impulsividade e de nossos aspectos mais animalescos. Quando estou consciente, estou em mim, com “presença de Espírito”, tenho domínio sobre os impulsos e liberdade de escolha. Seu órgão relacionado é o coração e sua dimensão é a da Consciência. Ainda é um aspecto em desenvolvimento no ser humano, por isso ainda nos identificamos fortemente com aspectos animalescos de nossa natureza. O EU é o caminho de liberdade, que nos torna senhores de nossos destinos.

Resumo:

TERRA – Corpo físico em seu aspecto substancial, reino mineral.

ÁGUA – Corpo vital ou etérico, ou corpo de forças formativas. Reino vegetal.

AR – Corpo anímico, corpo das sensações ou corpo astral. Reino animal.

FOGO – Individualidade humana, EU, autoconsciência. Reino humano.

COMENTÁRIOS EM VÍDEO:

Poe Leonardo Maia


Participe da palestra:

RACISMO E A EVOLUÇÃO DA CONSCIÊNCIA HUMANA

“Reflexões à luz da Antroposofia”

com Leonardo Maia – Administrador da Biblioteca Virtual da Antroposofia

A verdadeira superação do racismo só acontece na consciência humana. Como percorrer este caminho numa sociedade com racismo estrutural e desigualdade social?

– Violência institucional e individual
– Como separar o racismo estrutural do individual e qual a influência de um sobre o outro?
– O intrincado caminho do capital: o labirinto inconsciente
– Meritocracia?
– O desenvolvimento moral do ser humano e seu caminho gradual em direção ao Homem Ideal – o símbolo de Irmandade Universal
– Ferramentas do Espírito: reencarnação e carma
– Influências de Lúcifer e Ahriman como dissolução e cristalização
– O dragão da polarização: a atuação oculta no embate e intolerância inconscientes
– Fraternidade Universal: um caminho de evolução para a próxima etapa planetária (Júpiter)

Data: 26 de novembro, quinta feira às 20:00

CONTRIBUIÇÃO – você decide o valor de contribuição de acordo com as suas condições:

Valor Social / Estudante / Professor: R$ 30,00
Valor intermediário: R$ 45,00
Valor Integral: R$ 60,00
Você decide o quanto contribui!!!

Inscrições: https://www.sympla.com.br/racismo-e-a-evolucao-da-consciencia-humana__1044043


 RECEBA NOSSA NEWSLETTER:


 AJUDE A MANTER A BIBLIOTECA NO AR:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *