OS DEVOTOS INSCONSCIENTES DE AHRIMAN


OS DEVOTOS INSCONSCIENTES DE AHRIMAN

Douglas e Tyla Gabriel

Tradução livre: Leonardo Maia


“O ego do devoto inconsciente de Ahriman está emaranhado com o Facebook, Twitter, Instagram e uma infinidade de prisões eletrônicas que fabricam uma versão falsa do ego – um ego digital que parece estar conectado com outros egos humanos.”


No mundo moderno, pensamentos arimânicos obscuros governam. Nossos dispositivos de mídia são tão atraentes e viciantes que crianças e adultos raramente se afastam deles por muito tempo. Sejam essas plataformas de televisão, smartphones, sistemas de jogos, computadores ou realidade virtual, são distrações sedutoras que desviam nossa atenção do espiritual para o materialismo de uma esfera eletrônica onde Ahriman nos enreda em sua rede de teia de pensamentos sombrios cinzentos . O ego do devoto inconsciente de Ahriman está emaranhado com o Facebook, Twitter, Instagram e uma infinidade de prisões eletrônicas que fabricam uma versão falsa do ego – um ego digital que parece estar conectado com outros egos humanos, mas esta é, de fato, uma completa miragem do verdadeiro ego de alguém.

Qualquer um de nós pode parecer inteligente ao acessar informações ilimitadas dos mecanismos de pesquisa, mas dificilmente teremos o conhecimento obtido por meio de pensamento rigoroso e experiência real. Ahriman nos dá a ilusão de ter todo o conhecimento ao nosso alcance, mas o que realmente temos é tanta informação que somos sobrecarregados com jargão informal digital indigesto. É difícil distinguir as pérolas das banalidades, boatos e mentiras.

Na verdade, Ahriman usa a facilidade de postar informações na plataforma digital para nos confundir ainda mais. Todo um mundo de anti-conhecimento e propaganda enche o mundo digital, nos afogando em tantas informações que é difícil discernir a verdade da ficção. Sites falsos, eventos de bandeira falsa, imagens manipuladas digitalmente (photoshop), propaganda, mentiras, enganações e distrações continuam a jorrar na grande extensão da Internet, que é tão ilimitada quanto nosso cosmos.

A intenção de Ahriman de destruir a inteligência humana e nos desviar da busca da consciência espiritual é realizada quando estamos tão oprimidos pelo mundo digital que simplesmente ficamos absorvidos em sua energia eletrônica. Infelizmente, muitos de nós nem mesmo temos consciência de saber que isso acontece e qualquer pensamento sobre seres espirituais e um mundo fora do materialismo nem mesmo é considerado.

Uma reação exagerada à influência de Ahriman pode ser evitar todas as plataformas eletrônicas e qualquer coisa que cheire a materialismo. Mas Ahriman não estaria no mundo se não tivesse algo a oferecer ao iniciado para a evolução espiritual.

Assim como Lúcifer deu ao homem a capacidade de pensar, Ahriman dará ao homem a magia sagrada da força de vontade. Cabe ao iniciado reconhecer Ahriman conforme ele se manifesta no mundo hoje, para que sua encarnação possa ser redimida para um propósito superior no homem.

As forças espirituais superiores de Cristo, o caminho do meio, são capazes de discernir o bem e o mal que tanto Lúcifer quanto Ahriman oferecem à alma humana em cada momento de decisão. Não existe mal último, apenas seres regressivos que resistem aos seres progressistas.

Por Douglas e Tyla Gabriel

Tradução livre: Leonardo Maia


Na próxima semana:

O ADVENTO DE AHRIMAN – palestras online

PALESTRA 1 – dia 15/out: “A influência das forças Luciféricas e Arimânicas na evolução da consciência humana”

https://www.sympla.com.br/o-advento-de-ahriman—parte-1__994657

PALESTRA 2 – dia 22/out: “A influência das forças Arimânicas na sociedade de hoje”

https://www.sympla.com.br/o-advento-de-ahriman—parte-2__995925

Valor: R$ 60,00 por palestra

“Aqueles que ainda não reconhecem a gravidade da situação atual no mundo também estão, de certo modo, ajudando a preparar a encarnação de Ahriman.” – Rudolf Steiner (GA 191, Lúcifer e Ahriman)


 RECEBA NOSSA NEWSLETTER:


 AJUDE A MANTER A BIBLIOTECA NO AR:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *