Por que vale a pena ser honesto?

POR QUE VALE A PENA SER HONESTO?

Fernanda Furia

Fonte: www.playground-inovacao.com.br – clique e conheça

honestidade

Inscreva-se em nosso site e receba informações sobre os trabalhos da Biblioteca:

inscreva se

linha

“Acredito que quando uma criança testemunha esses pequenos atos de honestidade no seu dia a dia ela vai construindo dentro de si os alicerces da ética. É bom respeitar as regras que tornam o nosso convívio em sociedade mais ameno. É bom ser uma pessoa confiável justamente por ser honesta. Mesmo quando os nossos políticos debocham da ética. Mesmo quando vemos inúmeros exemplos de corrupção em várias camadas da nossa sociedade. Mesmo sabendo como é mais fácil ganhar dinheiro por vias “alternativas”. Mesmo quando nos sentimos “otários” ao andar na linha. Mesmo quando nos decepcionamos ao ver pessoas próximas cometendo pequenas corrupções do cotidiano. Espero que nós, adultos, possamos cada vez mais resgatar dentro de nós este sentimento gostoso de honestidade e que as nossas crianças sejam contagiadas repetidamente por esta emoção. Quem sabe assim uma nova geração de brasileiros possa de fato transformar o nosso país em uma pátria mais decente. Uma pátria que nos permita sentir orgulho de ser brasileiro. De verdade.

linha
http://www.playground-inovacao.com.br/por-que-vale-a-pena-ser-honesto/

Fernanda Furia

Ainda lembro da voz do meu pai me dizendo ao longo da vida: “Filha, sempre vale a pena ser honesto!”.

Meu pai se foi…mas o olhar dele de satisfação e a paz que ele transmitia ao dizer isso permanecem vívidos na minha mente.

Hoje estamos soterrados por escombros de corrupção que vemos desabar sobre nós, sufocando o respiro de esperança sobre o futuro do nosso país.

E uma pergunta não me sai da cabeça: “Como ajudar o meu filho a sentir que vale a pena ser honesto?”.

E mais… Como contribuir para que uma nova geração de crianças possa de fato crescer acreditando que ser honesto é a base para melhorar o mundo?

Um dia desses fui para a padaria com o meu filho e o meu marido. Peguei uma comanda para mim e meu marido pegou outra. Tomamos nosso café da manhã. Na hora de ir embora meu marido foi ao caixa e eu saí com o meu filho para brincar no parquinho ao lado.

Mais tarde percebi que tinha algo no meu bolso. Tirei e vi que era a minha comanda da padaria. Eu falei: “Ih…não paguei a minha parte da conta da padaria!!”. Meu filho de quatro anos escutou e me perguntou: “E agora mãe?”.

Respondi: “Assim que der eu vou voltar para a padaria e pagar a conta”. No dia seguinte eu e meu marido pensamos em levar nosso filho para a escola e depois acertar a minha dívida.

Mas algo nos fez pensar novamente e mudar nosso plano. Acordamos mais cedo e fomos à padaria com o nosso filho. Expliquei para a moça do caixa o que havia acontecido e paguei a conta. Na frente dele.

Vi o olhar e o sorriso de agradecimento da moça e mostrei para o meu filho a reação dela de satisfação simplesmente porque fui honesta.

Pode parecer um exemplo muito simples, mas acredito que quando uma criança testemunha esses pequenos atos de honestidade no seu dia a dia ela vai construindo dentro de si os alicerces da ética.

Pensando em como transmitir estes valores para as crianças perguntei para mim mesma: “Por que vale a pena eu ser honesta?”.
A minha resposta imediatamente foi: por uma questão de respeito. Respeito pelos outros e respeito por mim mesma. E em seguida me veio outra resposta: porque é gostoso ser honesta.

Simples assim…

É bom quando pagamos nossas contas em dia. É bom respeitar as regras que tornam o nosso convívio em sociedade mais ameno. É bom ser uma pessoa confiável justamente por ser honesta. Enfim, é bom ser do bem.

Mesmo quando os nossos políticos debocham da ética. Mesmo quando vemos inúmeros exemplos de corrupção em várias camadas da nossa sociedade. Mesmo sabendo como é mais fácil ganhar dinheiro por vias “alternativas”. Mesmo quando nos sentimos “otários” ao andar na linha. Mesmo quando nos decepcionamos ao ver pessoas próximas cometendo pequenas corrupções do cotidiano.

Perguntei, então, para várias pessoas: “Por que vale a pena ser honesto?”. As respostas foram muito parecidas: “Para eu dormir com a consciência tranquila”.

Nossa, como é gostoso dormir com a consciência tranquila…

Espero que nós, adultos, possamos cada vez mais resgatar dentro de nós este sentimento gostoso de honestidade e que as nossas crianças sejam contagiadas repetidamente por esta emoção. Todos os dias. Durante anos…

Quem sabe assim uma nova geração de brasileiros possa de fato transformar o nosso país em uma pátria mais decente. Uma pátria que nos permita sentir orgulho de ser brasileiro. De verdade.

Nem sempre é fácil, mas quando a tentação das brechas da desonestidade bate à minha porta, procuro resistir e manter minha caminhada na trilha da ética.

Com o olhar do meu pai refletido em meus olhos… E de mãos dadas com o meu filho.

linha
Últimas postagens – Leia também:

  • O limiar entre o respeito e a doutrinação do pensamento alheio O limiar entre o respeito e a doutrinação do pensamento alheio Fingers Pointing Each Other
  • A opinião que difere da minha A opinião que difere da minha
  • Conexão interna: Estamos distraídos Conexão interna: Estamos distraídos
  • Vincular uma tarefa ao seu destino Vincular uma tarefa ao seu destino
  • Jardim de sojas Jardim de sojas
  • Generalização: inquisição, escravidão e nazismo ocultos Generalização: inquisição, escravidão e nazismo ocultos
  • A tirania e o corrompimento da alma A tirania e o corrompimento da alma
  • Os véus da percepção Os véus da percepção

Sinta se o conteúdo faz sentido para você ou não para compartilhar:

http://www.antroposofy.com.br/forum/por-que-vale-a-pena-ser-honesto/