Reconhecendo o bem

RECONHECENDO O BEM

Rudolf Steiner

bem e mal

Inscreva-se em nosso site e receba informações sobre os trabalhos da Biblioteca:

inscreva se

linha

“… uma verdade que o homem deve inscrever na alma como uma elevada moral: Quando vires no mundo algo mau, não digas eis algo mau e, portanto, imperfeito, mas pergunta: Como posso evoluir para o conhecimento de que, num contexto superior da sabedoria existente no Cosmo, esse algo mau será transformado em algo bom? Como chegarei a dizer que o fato de eu ver aqui algo imperfeito ocorre por eu não estar ainda avançado a ponto de ver também a perfeição desse algo imperfeito? Ao ver algo mau, o homem deve contemplar sua própria alma e perguntar-se: Como é que não estou tão avançado para, ao me defrontar com algo mau, reconhecer nele algo bom?”

Rudolf Steiner – O Evangelho Segundo João

linha

VAMOS MUDAR NOSSA REALIDADE…

unlock 3

Ajude nossos filhos e futuras gerações, apoie um trabalho com sentido:

Quero ajudar – clique aqui

 

linha

Últimas postagens – Leia também:

  • O limiar entre o respeito e a doutrinação do pensamento alheio O limiar entre o respeito e a doutrinação do pensamento alheio Fingers Pointing Each Other
  • A opinião que difere da minha A opinião que difere da minha
  • Conexão interna: Estamos distraídos Conexão interna: Estamos distraídos
  • Vincular uma tarefa ao seu destino Vincular uma tarefa ao seu destino
  • Jardim de sojas Jardim de sojas
  • Generalização: inquisição, escravidão e nazismo ocultos Generalização: inquisição, escravidão e nazismo ocultos
  • A tirania e o corrompimento da alma A tirania e o corrompimento da alma
  • Os véus da percepção Os véus da percepção

Sinta se o conteúdo faz sentido para você ou não para compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *