SORATH – A ANTÍPODA DOS IMPULSOS CRÍSTICOS


SORATH – A ANTÍPODA DOS IMPULSOS CRÍSTICOS

Compilação de textos por Leonardo Maia

Imagem: Gilmar – cartunista das cavernas


“Sorath luta contra a futura espiritualização da Terra. É o próprio inverso do amor; a anulação do sentido de humanidade. É o processo de involução levado a um extremo de contração na matéria.” 


Rudolf Steiner disse que Sorath é o ‘demônio do sol da Revelação’, um grande poder maligno que deve falar, muito mais poderoso que Lúcifer (הילל) ou Ahriman (A Mainra Mainiiu) e previu que, após a virada dos milênios, as pessoas espirituais seriam capazes ver o gênio do sol, a visão etérica de Cristo. Em resposta, Sorath fomentará a oposição através de homens que são possuídos por ele, que têm naturezas fortes, línguas arrebatadoras, fúria destrutiva em suas emoções e rostos, que externamente aparecem como os dos animais.

Rudolf Steiner viu o final do século XX como um ponto culminante para a antroposofia e como um tempo crucial para a humanidade, especialmente por conta das forças que atuam para impedir o homem de perceber que seu ego global é o Cristo Etérico: uma sociedade humana mergulhada em uma espécie de pesadelo totalitário: cientistas oligárquicos paternalistas, tecnocratas, líderes religiosos, empresários e seus subordinados na política, nas forças armadas e na mídia. A tarefa da 5ª época pós-atlante, a da Alma da Consciência – para os indivíduos desenvolverem sua autonomia, sua consciência de si mesmos como seres espirituais e aplicar sua capacidade de pensar de maneira ética – seria então completamente frustrada:

– A subjugação de todos os interesses vivos e humanos ao mecanismo desumano e impessoal de busca de lucros ou ao poder econômico e político – ambos se situando acima da vida e dignidade humanas.

– Nacionalismo antagônico baseado na etnia, retrógrado e destrutivo.

– Política partidária dogmática, gerando ódio e hostilidade.

– A subjugação da vida cultural ao poder político e econômico – por exemplo, medicina, educação, pesquisa, jurisprudência criminal.

– uma atitude anti-intelectual, que socialmente subestima e despreza a arte, o belo, o intelecto e a espiritualidade.

Percebem alguma similaridade com o contexto atual?

Compilação por Leonardo Maia

Fontes de pesquisa:

  • Aspects of the Occult Significance of the Year 1998 – lecture given in Stourbridge, England 27.2.1998 to members of the -Anthroposophical Society in Great Britain
  • The Incarnation of Ahriman – When and Where? (seminar in the Basel Stadthaus, Basel, Switzerland)
  • SORATH (סורת) – The Sun Demon
  • The Advent of Ahriman

Sinta se o conteúdo faz sentido para você ou não para compartilhar:


 AJUDE A MANTER A BIBLIOTECA NO AR:




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *